História triste com final feliz

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

História triste com final feliz

Mensagem  Meghanne Barros em Sex Nov 30, 2012 3:12 pm

Era uma vez uma rapariga chamada Madalena que adorava passear de bicicleta. Vivia numa pequena aldeia onde, infelizmente, todos sabiam a sua vida e o seu nome. Olhavam-na com os olhos esbugalhados e criticavam tudo o que ela fazia. Era uma rapariga simples, mas o seu coração estava farto que aquelas pessoas se metessem na sua vida.
Um dia, depois de mais um dos seus passeios de bicicleta, entrou apressadamente em casa porque se sentia estranha. Sentia uma dor no peito por nenhuma razão aparente. Em casa, a menina chorava sem parar, ao mesmo tempo, que se escondia debaixo das mantas. Junto ao forte choro de Madalena, pairava por toda a aldeia, um alto e forte zumbido que não deixava a população dormir.
Aquele barulho perturbador cada vez suava mais alto. Os vizinhos já não sabiam o que fazer para não ouvirem aquele ruído: até com as almofadas se tapavam. Mas era impossível! E como tudo o que acontecia de mal naquela aldeia, era culpa da Madalena os vizinhos juntaram-se e foram a casa dela.
Enfurecidos, perguntaram-lhe o que se passava. Triste, mas sem lhes explicar porquê, disse-lhes que aquele barulho era o que os pássaros fazem quando a estação está a mudar. Ninguém a compreendia! Por isso, Madalena pegou na sua bicicleta e mais uma vez fugiu daquela sufocante aldeia.
A estação realmente mudou. O céu passou de escuro a claro e a chuva foi secada por um forte e brilhante sol. O dia parecia mais bonito, e quando Madalena voltou para casa, pôs-se a olhar para o céu através da sua janela enquanto pensava como seria bom poder voar como aqueles pássaros livres. E como simpática que era, do pão que comia, deitou no parapeito da janela algumas migalhas para os seus “amigos” comem.
Nessa noite, a aldeia dormiu descansada e aquele forte ruído tinha desaparecido. E na manhã seguinte, Madalena levantou-se e depois de tomar banho, foi mais uma vez para a janela apreciar a liberdade que os pássaros têm naquele céu que agora estava limpo. De repente, deixou cair a toalha e sentiu umas suaves penas brancas a nascerem-lhe nas costas. Eram umas lindas asas que apareceram como por magia. Madalena abriu a janela e decidiu deixar-se ir. Conseguiu voar para junto dos pássaros como tanto queria.
Desta vez, era Madalena quem observava as pessoas da aldeia e não o contrário. A menina era agora superior aos olhos e gritos daquelas arrogantes pessoas. E nesse momento, a menina percebeu que o barulho que se ouvia naquela aldeia era um pedido dos pássaros. Pediam-lhe que conquistasse a sua liberdade, para assim se ver longe daquelas pessoas.

Meghanne Barros

Mensagens : 2
Data de inscrição : 22/10/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum